TRÊS VEZES ANA - Capitulo 21 - Completo - Dublado

TRÊS VEZES ANA - Capitulo 21 - Completo - Dublado

Assistir TRÊS VEZES ANA DUBLADA - Capitulo 21 - Completo SEM CORTES Online SBT

Há 20 anos, durante uma viagem de carro com seus pais, as trigêmeas idênticas Ana Laura, Ana Lucía e Ana Letícia (Angelique Boyer) sofrem um grave acidente e batem junto a um rio. Os resultados são catastróficos: os pais morrem, Ana Laura perde uma perna, Ana Lucía é arrastada pela correnteza e somente Ana Leticia sai ilesa.

Soledad (Blanca Guerra), uma mulher que ficou muito triste depois da morte de sua filha, ajuda Ana Lucía ao encontrá-la quase se afogando. Ela descobre que Ana Lucía é a trigêmea perdida mas se aproveita de que a menina não tem nenhuma lembrança do acidente e de sua família para criá-la, a fazendo acreditar que é sua mãe.

Apesar de todos darem ela como morta, Ernestina (Susana Dosamantes), a avó e Mariano (Ramiro Fumazoni), o tio não se rendem e fazem o possível para encontrar Ana Lucía, mas os anos se passam assim como a esperança de um dia achá-la.

Quem nunca perde as esperanças de se reencontrar com sua irmã é Ana Laura, que se transformou em uma jovem linda e de bom coração, mas muito solitária e depressiva por causa de sua deficiência. Ana Letícia é completamente o contrário: uma mulher ambiciosa, caprichosa, chantagista e invejosa, que por nenhum motivo quer sua irmã de volta, pois isto significaria dividir sua herança, assim como a atenção e o amor de todos os que a rodeiam. Sobretudo o carinho de seu tio Mariano, por quem sente um desejo incestuoso e doentio.

Desde criança Ana Letícia sente inveja de suas irmãs; de Ana Lucía por ela ter sido a favorita durante o tempo que estiveram juntas e de Ana Laura pois considera que ela leva toda a atenção da família por conta de sua deficiência. Isso faz com que ela tente prejudicar a irmã a todo custo, seja a rebaixando ou destruindo sua relação amorosa com Ramiro (David Zepeda). Nobre e ingênua, Ana Laura acredita nas boas intenções de sua irmã e acaba sendo vítima de suas intrigas e chantagens.

Marcelo (Sebastián Rulli), o marido de Ana Letícia, é investigador privado e foi contratado para investigar o paradeiro de Ana Lucía. Ana Letícia exige que o marido pare a investigação, pois odiaria que sua família a encontrasse. Mas ainda assim, Marcelo vai ao fundo e finalmente encontra a encontra. Soledad implora para que ele não a denuncie e não diga a verdade para a filha, mas Marcelo está disposto a colocá-la na cadeia e completar sua investigação. Evaristo (Eric del Castillo), um criminoso perigoso que considera Soledad como sua filha, provoca um acidente e Marcelo é dado como morto. Ele sobrevive ao atentado mas perde completamente a memória. Remédios (Ana Bertha Espín), quem se compadece da situação do jovem, o ajuda e lhe dá um novo nome: Santiago. Santiago se torna taxista e vive uma vida simples e muito diferente da antiga vida como Marcelo.

O único que liga Santiago ao seu passado são sonhos nos quais aparece o rosto de Ana Letícia, e mesmo não sabendo quem é, sabe que a ama profundamente. Em uma de suas viagens, Marcelo, conhece Ana Lucía e ele tem certeza de que ela é a mulher que aparece em seus sonhos. Ana Lucía se tornou uma mulher alegre e de bons sentimentos, seu grande sonho é se tornar em uma famosa trapezista de circo e nem imagina que tem duas irmãs gêmeas idênticas.

Apesar de no inicio achar esquisita a insistência de Santiago em afirmar que os dois já se conheciam, ela se apaixona perdidamente por ele. Os dois iniciam uma relação e Ana Lucía teme que um dia Santiago recupere a memória e assim volte para a suposta esposa. Soledad sabe do passado de Santiago e tenta afastá-lo de Ana Lucía, mas o destino coloca as peças para que as trigêmeas se reencontrem.

A reação negativa da ambiciosa Ana Leticia ao saber que a irmã perdida conquistou o coração de seu ex-marido, obrigará que Ana Laura mostre seu caráter para enfrentá-la, enquanto que Ana Lucía se verá num dilema entre o rancor por Soledad haver afastado ela de sua família e o imenso amor que sente por sua mãe de criação.